23 de ago de 2015

Literando com o Loki: Admirável Mundo Novo

Meus amores com vão vcs? Mais um fim de semana chegando, para nossa alegria! #fimdesemanavememmim. Nada melhor do que um livro, para aproveitar essa folga concedida pelo nosso senhor Odin.
O livro da vez é considerado um dos melhores do século XX, nada mais nada menos que Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley, publicado em 1932, em inglês Brave new World (que porra é essa?! O.o) talvez alguns de vocês se quer ouvido falar, mas tenho certeza que depois da explicação da obra, muitos ficaram babando e vão ficar maluquinhos para ler (eu acho kkk).


Imaginemos num futuro onde não há mais valores como família, religião, governo, onde as pessoas não amam e sim sentem prazer apenas, sim aquele velho jargão ninguém é de ninguém.Você está triste? Não tem problema o governo distribui gratuitamente uma droga, chamada SOMA ( tem efeito parecido com um anti depressivo), quer xingar alguém, nessa sociedade a maior ofensa de todas é Filho da mãe! Pois não há mãe todos são criados em laboratório.( e você pensando que a ovelha Dolly era a única criada em um tubo de ensaio).

Mas o que há de errado, todos são feitos iguais, 'fabricados' num mesmo laboratório ? SQN a sociedade desse futuro no ano 634 D.F. (2497 da nossa era) é contado depois de ford, (sim aquele velhinho dos carros e da linha de produção) pois a sociedade é formada por castas: Alfa, Beta, Delta, Gama e Ypson, a princípio todas são iguais na produção mas as primeiras recebem substâncias para terem inteligência bem mais desenvolvida que os demais, já o restante são seres não pensantes e fáceis de serem massa de manobra.

Na trama o personagem principal é Benard Marx, um jovem Alfa mais, que tem um 'defeito de fabricação', ficando com um estatura menor que os outros alfas, seu pensamento também em relação aos costumes é diferente não vê o afeto com algo repudiante por esse motivo apaixona-se por Lenina, um jovem Beta, a convida para uma viagem para a reserva, uma espécie de reserva histórica que mantém as tradições da antes com família, religião e etc. Nesse lugar Benard e Lenina conhecem Linda, que  a muito tempo atrás vivia na sociedade como eles, mas ficou na reserva e teve um filho chamado John, o qual será peça chave no desenrolar da trama.

Iinfluências na Cultura pop

Muitos que leram o livro gostaram tanto que homenagear o título, que alias é referência a peça Teatral de Shakespeare A tempestade,

“Oh! Que milagre! Que soberbas criaturas aqui vieram! Como os homens são belos! Admirável mundo novo que tem tais habitantes!”

NA música há três  referência a obra de Huxley,

#1 Iron Maden - Brave New World
#2 Pitty - Admirável chip novo


#3 Zé Ramalho - Admirável Gado Novo


Na primeira música, a letra diz que o amor e outras coisas que o narrador mais gosta de ver foram destruídas pelo admirável mundo novo.

Na música da Pitty, uma das pessoas que era 'programada' pelo sistema percebe que tudo que ela faz é condicionado pela vontade de outra pessoa.

Já a música de Zé Ramalho escrita em 1979, durante a ditadura, faz uma crítica ao regime Militar e compara o povo como um boiada, sem pensamento.

No mais é isso meu povo lindo!! Semana que vêm teremos outro livrinho maroto.


Curtam no fan page no Facebook :
Caverna de ideias.

Loki, o deus da Zoeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário