17 de fev de 2016

Shadowhunters - 1x4 Moo Shu to Go

Hey, amados leitores! Mesmo com uma baita gripe, e uma dor de cabeça infernal, não podia deixar de fazer o meu post sobre o quinto episódio de Shadowhunters, mesmo que tenha sido lançado há mais de uma semana. Eu ia fazer de The Walking Dead, mas vou aguardar o sábado, já que espero estar melhor e fazer algo mais detalhado, pois é isso que minha mozão merece.
Mas vamos lá, ao quinto episódio da série de caçadores mais gatos desse mundo (depois dos Winchesters, obviamente).
Nesse episódio, fomos apresentados a uma personagem no mínimo desagradável. Maryse Leghtwood, mãe de Isabelle e Alec. E gente, que mulherzinha detestável! A forma como ela trata os filhos, e a preferência dela pelo Jace, me deixa indignada! Ela tem filhos maravilhosos e se esforça para não demonstrar afeição por eles. Eu imaginava a atriz mais atraente, mas não me decepcionei tanto assim, já que ela conseguiu fazer com que eu pegasse minha antipatia pela personagem.
A bruaca de filhos incríveis manda Isabelle e Jace para uma missão, deixando Clary sob a guarda de Alec. Devo dizer que esperava uma relação mais turbulenta, mas no máximo o que teve foi a falta de amizade e tal, pois não mostraram aquela raiva que Alec tinha da Clary no livro.
Uma parte que eu gostei (lê-se amei), que aconteceu um pouco antes de irem atrás da caixinha de Jocelyn, foi quando Magnus faz uma ligação para Alec, o convidando para sair. Nem precisa ser um gênio para adivinhar que adorei essa cena!
Gostei quando os dois foram, ou a Clary foi e Alec a seguiu, atrás da caixinha que a mãe da Fray escondia. E o mais bacana foi o fato de Simon aparecer, mostrando os primeiros sinais, como agilidade e força recém adquiridos na toca dos vampiros.
Mas claro que algo ia acontecer.
Clary e Simon são sequestrados por uma alcateia, num momento de distração do Alec. E obviamente Jace não gostou nada de saber que sua quase namorada foi levada.
Os lobos tentam tirar informações de Clary sobre o Cálice Mortal,mas esta afirma que não sabe onde está, consequentemente pondo a vida de Simon, que é feito refém, em perigo. Os pulguentos só não imaginavam que Simon não é mais um humano, e este consegue dar um jeito de chamar o trio de caçadores.
Luke, aquele amigo da mãe da Clary, acaba descobrindo que os lobos a sequestraram, e a salva, juntamente com seus amigos, ao matar o alfa do bando, tornando-se assim o novo líder, mas ele acaba bem ferido, fazendo com que Dona Clary e seus dois amores o levem para ser ajudado.

Como puderem ler isso é um resumo do resumo do episódio, e reparem que não fiz nenhuma crítica ruim para a série, só não sei se é pelo fato dela melhorar a cada episódio, ou pelo fato da dor de cabeça me impedir de pensar direito, mas eu sei de uma coisa: Ficar 42 minutos assistindo Shadowhunters está valendo muito a pena.



Nenhum comentário:

Postar um comentário