26 de mar de 2016

A Saga do Esquilo #02

Após demonstrar toda sua capacidade de ser estiloso e parar de andar em câmera lenta, o jovem esquilo prosseguiu seu caminho floresta a dentro e eis que surgiu um coelho, porém não era um coelho qualquer, ele tinha os olhos bolados da fúria do dragão. o esquilo o viu através de seus óculos escuros extremamente maneiros e pressentindo que teria de lutar pra passar e com sua espada de madeira em punho caminhou até ele.

Uma bola de palha passou entre eles, em meio aquela nevasca de verão uma gota de suor relou, os pássaros deixaram as árvores, foram apenas alguns segundos e eles avançaram, o coelho extremamente bolado apenas com seus punhos parou a espada de madeira e o esquilo pensando a frente passou uma rasteira que foi evitada as custas de deixar a espada passar para a outra mão do esquilo que o assertou sem hesitar no estomago, porém o coelho era forte e o ataque não o fez nem mesmo se mover e naquele mesmo segundo ele respondeu ao golpe com um chute bananeira invertido que fez o esquilo voar em direção a uma árvore e eis que em meio ao ar ele conseguiu se posicionar e com um impulso poderoso lá estava ele na frente do coelho que não mais surpreso com sua fantástica velocidade aparou o golpe da espada e seguiu com uma sequencia de socos sem dar ao coelho nenhuma chance de fazer algo que não fosse desviar e assim com um golpe certeiro o esquilo foi mandado ao chão entretanto sua vontade era imparável e assim que o coelho piscou o jovem andarilho surgiu em suas costas e deu um golpe em sua nuca seguido de mais estocadas transversão que fizeram o coelho finalmente começar a ceder porém ele era um mestre e não poderia perder mesmo diante daquela agilidade fantástica então liberou toda fúria dos olhos e com um golpe certeiro o esquilo foi a nocaute.
Após ser acordado por um balde d'água o esquilo avançou sem nem mesmo abrir os olhos e socou o que estava a sua frente:
- Por que???- disse o calango enquanto tropeçou em uma tentativa bem sucedida de desviar do golpe, ao que o coelho respondeu:
- Ops, pessoa errada- e sem mais, lá estava ele indo pra cima do coelho a toda velocidade, porém o coelho segurou sua espada e parou seu impeto:
- Guarde suas forças para o guardião macaco, jovem, você já passou desta fase!
- Quem é ele?- disse o coelho apontando ao calango que tinha consigo um machado.
- Ele sera seu companheiro, no resto da viagem, tome seu clips/prêmio, agora vá- Os dois se entre olharam e sentiram que estava tudo certo, então seguiram viagem e após muitos dias chegaram aos portões da montanha lendária onde jazia o guardião macaco, porém ao invés de lutar eles decidiram enganá-lo, então o esquilo jogou um caxo de bananas longe que fez o macaco se afastar do portão, enquanto isso o calango tentava abrir na base da machadada. Eles podiam ouvir os passos do macaco enquanto o portão nem mesmo dava sinal de abrir:
- Vou distraí-lo, use o clips pra arrombar o portão- disse o esquilo enquanto partia pra cima do macaco, com um sinal da cabeça o calango assentiu e começou a arrombar o portão com p clips mágico e de modo impetuosamente furioso o esquilo foi pra sima do macaco que toda via era muito forte e com um chute o mandou pra longe:
- Esquilo, eu consegui arrombar!!!- disse o calango enquanto o esquilo voava em sua direção com tanta força que acabou o levando portão a dentro e assim, após todas as batalhas, o esquilo finalmente chegou a montanha lendária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário