24 de dez de 2015

Lunáticos #06 | Capítulo 1-3


E SE EU FOSSE DONO DE UMA EDITORA#15

Capitulo 1-3

        Uma série original da Caverna

CLIQUE EM LEIA MAIS PARA COMEÇAR A LER A ESTÓRIA.


Parte 6 - O Massacre

Encarnum

Já fazia alguns dias sem notícias de Hawke, ele já esperava o que o aguardava mas agora ele estava preparado. Ele usa a Joia Negra e entra em Encarnum sem precisar passar pelo portal de Encarnum. Todos do reino se impressionam com a figura preta com um leve toque esverdeado, ele voava acima de todos que o viam.
- Estou de volta! - grita ele
O povo vê o príncipe real voando como se nada tivesse acontecido, as atitudes dele estão acima de todos os condenados de lá.
'' Seu inútil'', ''Vá embora!'', ''Nós não precisamos de você!'' - o povo dizia, ou melhor, gritava!
Hawke ouve as ofensas e desce, seu olhar de raiva amedrontava os encarnuns.
- Repitam!
- Hawke?!
- Ah, olha só quem está aqui, sentiu saudades irmão?
- Isso não tem graça, você não sabe no que se meteu!
- Pelo contrário Drakel, eu sei muito bem no que me meti
Drakel caminha até Hawke.
- Eu devo te levar
- Mas é claro, vá em frente - diz Hawke mostrando as mãos para ser algemado.
Dois guardas caminham com Hawke preso no meio, Drakel estava atrás. O portão se abre e o rei sentado se espanta.
- Hawke?!
- De novo! - brinca Hawke
- Onde estava? - pergunta Urano
- Bem,eu estava me divertindo
- Não preciso nem dizer o que você causou, você sabe o que fez e as consequências que sofrerá
- RÁ, está vendo? Até quando não estou a culpa do seu péssimo governo cai sobre mim! É chato te desapontar, mas não serei preso!
- Suas malditas palavras não estão acima da minha, eu sou o REI!
Zara entra na sala, apesar das atitudes de Hawke, ele era o melhor irmão pra ela
- Haw? Você voltou!!
- Parada!! - ordena o rei - Hawke, filho de Urano, pelo seu egoísmo para com seus irmãos e sua irresponsabilidade, ofensas e desobediência, eu, Urano rei de Encarnum o condeno a prisão!
- Você não pode fazer isso!
- Já está feito.
Os guardas seguram Hawke e o levam
- Irmão, Pai, por favor reconsidere
Hawke usa a joia negra e desintegra a algema e os guardas, O rei se levanta assustado, Drakel olha para trás espantado assim como Zara
- O que foi isso? - diz Urano indignado
- Isso? Foi uma pequena amostra do meu poder, mas eu não irei mata-los, só quero saber onde está Óreon!
- Hawke...
O rei pega sua joia dourada, encaixa em sua testa e joga Hawke contra uma coluna, e aproveita para retirar a joia negra de Hawke
- A joia negra ... Como conseguiu?
- Com ajuda do meu novo amigo, ou melhor, PAI
Hawke abre os portões e todos vêem uma fumaça cinza voando sobre Encarnum, a fumaça sobe como um foguete e desce como um raio liberando um gás toxico por todo o reino
- Fujam! - grita o rei
Drakel agarra a mão de Zara e a leva voando. Hawke ri
- Eles terão sua vez, mas agora quero saber do paradeiro de Óreon
- Ele foi embora - diz o rei ajoelhado sendo envolvido pelo gás
Liz entra na sala, ela olha com um pavor como se tivesse sendo morta a facadas
- Santos Deuses, o que está havendo?
- Você! - Hawke caminha até Liz - cadê Óreon?
- Ele foi atrás de você, mas por que o rei está assim?
A fumaça cobre Liz que começa a se debater no chão
- O-O  q-que é isso? Por que não está mal? -
- Esqueci de citar que eu estou imune a isso, mas vocês não
Hawke pega sua katana e com um golpe decapita Liz
O Lorde entra na sala
- Mas que beleza - diz Hawke
- Você realmente é surpreendente, meu jovem
- Aprendi com você - diz Hawke rindo
O rei ainda rastejando se aproxima e sua joia dourada se ilumina. O Lorde o olha com raiva e caminha até o rei para mata-lo, mas Hawke coloca o braço na frente
-  Não não, ele é meu!
- F-Filho...
- Que desperdício,  você poderia ter a honra de ver o maior guerreiro do reino crescendo e sendo o rei, mas sua ruindade o transformou num alvo, sinto muito pai...
O rei derrama uma lágrima, Hawke puxa sua katana e perfura o peito de Urano que agora estava morto. Hawke se vira para o Lorde
- Ainda estamos no começo meu Lorde
- Me chame apenas de Gazer...
- E você, Lazer Verde!
Hawke retira a joia dourada do rei e sai da sala com Gazer
- Não se esqueça disso! - diz o Lorde Gazer entregando a joia para Hawke
- Como poderia? - ele responde
 Os dois pela janela vêem os encarnuns sendo mortos pelos gases, os dois abrem o portão e fogem dali. Na sala do trono a lagrima do rei se ilumina e dá um fim aos gases tóxicos.

Longe dali
- Você está bem irmã? - pergunta Drakel
- Sim estou, o que foi aquilo?
- Não sei, mas não podemos sair daqui agora, não sabemos o que está acontecendo do outro lado
Zara com medo apenas abraça o irmão

Terra
Óreon ainda estava a procura de um abrigo naquele mundo desconhecido, ele sente ser vigiado e decide fugir novamente, aquele lugar realmente era muito protegido, Óreon vê soldados da marinha e ativa sua joia da gravidade
- Me deixem em paz!
Os guardas atiram em Óreon, ele consegue parar as balas, mas uma acerta sua perna, ele enfurecido manda as balas contra os soldados como um ricochete.
- Que droga!
Óreon estava assustado com a violência naquele planeta e destinado a fugir, ele voa pra longe, mas um tiro imprevisível de um sniper acerta sua joia da gravidade que cai no chão, consequentemente Óreon acaba caindo também e é cercado pelos soldados.
- Você está preso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário