10 de dez de 2015

O primeiro livro com um casal homossexual para crianças ,é brasileiro

Fala galera!!!! Hoje vou falar sobre um tema um pouco mais sério aqui na Caverna ,mas creio que temos que quebrar algumas barreiras mesmo.Deixar de fazer Tabus com certos assuntos.
Sim ,eu vou falar sobre um livro com os personagens principais que são homossexuais.

Já temos bastante filmes ,séries ,novelas e até livros com casais homossexuais .Gerente eles estão em segundo plano ,mas realmente roubam a cena de muitos mocinhos por ai.Claro ,há aqueles com o tema principal ,mas em suma ,tudo isso é para quebrar as barreiras do preconceito e mostrar as pessoas ,que todas as formas de amor podem e devem ser aceitas pela sociedade.Afinal: o que há de tão errado em amar hoje em dia? ;/

Mas realmente ,um livro para crianças ,eu nunca tinha ouvido falar.Alguém aqui já?
Pelas minhas andanças no facebook ,numa página de leitores eu achei essa novidade.O livro "A Princesa e a Costureira" é o primeiro conto de fadas onde o casal principal ,são duas mulheres que se apaixonam.
O livro também trata outras questões como o racismo(já que a princesa é negra) ,a desigualdade social e até a amizade.


O livro escrito pela brasileira Janaína Leslão causou ,como esperado ,um pequeno reboliço.Muitas pessoas acharam inadequado o tema tão ousado da escritora.Mostrar abertamente a crianças tão pequenas algo tão complexo.Outros viram como anti-ético ,alguns como maravilhoso e por assim vai ,como dá para imaginar.
Não foi nada fácil para a autora também publicar o livro.Ela demorou cinco anos para conseguir uma editora que publicasse seu projeto por se tratar de um tema que não seria bem visto ou aceito pelos consumidores.
No livro ,não há nada anti-ético.É realmente um conto de fadas ,onde o amor vence oras,assim como na Branca de Neve ou a Bela e a Fera ,que eu cresci ouvindo.Nada demais.Onde uma princesa se apaixona pela sua costureira.
Eu realmente acredito que as crianças tem mais poder de entender essas coisas que os adultos.Elas não veem as coisas da mesma forma ,tudo para elas é muito mais simples e normal.E demos mostrar a elas desde novas realmente isso.Assuntos corriqueiros ou mais elaborados que elas se depararam com o decorrer da vida.
Devemos construir uma sociedade mais justa para todos ,onde o preconceito não exista.Isso só destrói mais ainda o que já temos tão pouco ,que é a compaixão.Não somos diferentes de ninguém e quando as pessoas perceberem isso e aprenderem a viver como iguais ,o mundo será um lugar muito melhor para se viver.

Gostou da ideia dela? Segue a sinopse do livro!
O livro conta a história da princesa Cíntia, que quando nasceu foi prometida em casamento para Febo, o príncipe do reino vizinho, para que se mantivessem os laços de amizade entre os reinos. Quando chegou a época da cerimônia, a princesa foi encomendar seu vestido e, então, conheceu a costureira Isthar, por quem se apaixonou. Quando Cíntia anunciou para os pais suas intenções com Ishtar e disse que não mais se casaria com Febo, seu pai mandou que a prendessem na torre do castelo, pois desafiou o interesse e a tradição dos reinos, que dizia que moças deveriam se casar com rapazes. Para garantir um final feliz, a princesa e a costureira receberão ajuda da irmã da princesa, do próprio príncipe, da Fada Madrinha e de uma Agulha Mágica. O livro pretende auxiliar famílias e escolas, tanto na discussão sobre a diversidade humana como sobre a luta mais ampla pelos direitos das pessoas LGBT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário