28 de jun de 2015

Paradise Lost

Parte 1

Dizem as lendas, que em alguma parte do universo há um lugar onde todas as respostas estão e a quem for capaz de lá chegar a lenda dizia que esses poderiam ver tudo como um todo e nada seria impossível, diziam que até mesmo o corpo da pessoa seria alterado e aprimorado, está é a Lenda do Cosmos.
Vielas escuras, suba, pule, dessa, esconda-se, roubar aquilo foi uma má ideia e Shadow percebeu isso, apenas depois de se ver perseguido por vários ômega-sentinelas e guardas, maldita missão, maldito empregador, era o que ele pensava, virou em outra viela escura e despistou seus perseguidores se escondendo dentro de uma lata de lixo e assim pensou em voz alta....
- MALDITO LIXO FEDORENTO!
Um dos guardas que estava passando ouviu o som de sua voz e se aproximou, abriu a lata, Shadow o olhou com espanto e o guarda fez o mesmo, o tempo diminuiu seu ritmo, o suor escorreu por sua testa e pingou, meio segundo de reação, ele pulou de dentro da lata e subiu para o telhado mais próximo, olhou para trás e o guarda ainda estava em seu encalço, como poderia estar, afinal ele jurava ter despistado o guarda, porém no fundo Shadow sabia que não era um guarda qualquer, telhado após telhado, continuava correndo e pulando. Até que chegou ao telhado de um grande prédio, tão grande que se caísse dali ele morreria três vezes, então o guarda o encurralou.
Mais rápido do que um pensamento, o estranho guarda puxou sua arma e disparou, Shadow puxou sua faca e em resposta cortou as balas, porém uma delas ricocheteou em seu braço, era o último disparo então Shadow se aproximou da beirada e o guarda lendo suas intenções disse:
-Não faça isso!

-A cidade sempre está iluminada, tanto no dia quanto a noite as ômega-sentinelas patrulham a cidade a minha procura, ou melhor, a procura da máquina que roubei. A questão é que sou um mercenário, então falando de modo mais simples eu roubo coisas, sendo fácil ou difícil, afinal brincar de anarquista pela cidade é sempre interessante, mas não se aborreça com minha fuga senhor Guarda, tudo faz parte do show, adeus...

~DarkSoul

Nenhum comentário:

Postar um comentário