29 de dez de 2015

6 livros que mudaram minha forma de ver o Mundo - Parte III

E ai galera!Estão por dentro da página da Caverna no face?! Se a resposta é não ,por favor bora conferir e ficar ligado nas ideias da Caverna por lá!(Clique aqui! )

Tá,vou ser bem franca...Quem me conhece ,sabe que eu não sou nenhuma Aurélia...Não corro atrás dos meus sonhos,não bato o pé sobre meus pensamentos(na verdade,nem coloco eles para fora)ou então exijo respeito de ninguém...Sou uma Amélia.
Mas só porque sou assim ,não quer dizer que queira ser outra pessoa em uma era longínqua...Que me faça ver que as coisas são diferentes da realidade.
Mas não é sobre isso que o livro marcou a pessoa que eu sou(ou era)Sim ,ele faz você querer ser alguém mais forte e que tenha poder sobre seu próprio eu,essa é a ideia principal de tudo...Mas o que me marcou e me fez aprender nele ,foram também as pessoas.
Como "descobri" em O Caçador de Pipas ,existem pessoas boas e ruins nessa Terra...Pessoas que podem ficar por perto de nós ou nos abandonar por tantos motivos que se for pensar ,você pode ficar louco.Afinal de contas:o que pode ter dentro da gente que faça qualquer um ficar?Somos tão parecidos com os outros:braços ,pernas e olhos.Vazios do presente e do passado.Erros e acertos.O que mais além disso que somos?
Se eu voltasse no passado e pudesse dizer algo para mim mesma ,é que somos muito mais que isso.Podemos parecer fracos ,sem valor e perdidos na maior parte do tempo,mas sempre tem algo que nos prende a alguém e vice versa e mais ainda...Vale a pena ir ao inferno por qualquer pessoa.Pessoas é que fazem a vida rodar.
Sei que não é bem essa mensagem que pode se sentir quando se lê Senhora,mas foi isso que senti.Aurélia fez todo o contrario do que eu faria ,mas por causa disso mesmo ,que vi que não devemos ficar parados esperando a vida ser justa,pois ela não é.Nunca foi e nunca será.Injustiças sempre pegará os que mais valem e infelizmente ,o mundo continua girando e ir em busca de vingança nem se matar para tudo entrar nos eixos irá ter resultados.Já me conformei que os heróis quase nunca vencem e já me conformei que as pessoas não viram atrás de mim ,que eu tenho que fazer a coisa acontecer,e quando se trata delas ,não ligo em correr atrás.
A ideia de "deixe a pessoa ir ,se valer a pena ela voltará"não me fez mais juz .Devemos ir atrás do que queremos e lutar com todas as forças que temos ,pois ninguém mais o fará.Ninguém irá lutar para você.
Aurélia de um jeito meio distorcido fez isso.Foi atrás de quem ela julgava valer a pena e mostrar a realidade e apesar deu não ser como ela em 90% dos casos ,também vou atrás de quem vale a pena e quem sabe um dia,correr muito além disso.

Eu sei como é incrível minha capacidade de distorcer totalmente a ideia de um livro ,mas fazer o que ,cada livro nos toca de formas diferentes não e mesmo? Espero que entendam isso. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário